ESPN registra recordes de audiência em janeiro e mantem vice-liderança entre esportivos

News and Information

ESPN registra recordes de audiência em janeiro e mantem vice-liderança entre esportivos

Após encerrar o ano de 2016 com recordes de audiência nas transmissões das mais variadas modalidades, os canais ESPN voltaram a registrar altos índices de audiência no mês de janeiro de 2017. Os três canais da emissora no Brasil tiveram um aumento de 26% de audiência no comparativo com janeiro de 2016¹, impactando mais de 11,6 milhões de pessoas e se mantendo na vice-liderança entre os grupos de canais esportivos da TV por assinatura pelo sexto mês consecutivo.²

A exibição exclusiva da Premier League mais uma vez rendeu resultados expressivos à emissora e foi responsável por 8% de toda a audiência do canal ESPN Brasil no último mês³. No tênis, a ESPN registrou seus melhores resultados dos últimos cinco anos na transmissão do Australian Open4, torneio que impactou mais de 1,5 milhão de pessoas e recorde de audiência na decisão entre Roger Federer e Rafael Nadal.

O início de 2017 também destacou a ESPN Brasil como o canal maior crescimento entre maiores canais esportivos da TV por assinatura. No comparativo com janeiro de 2016 o canal registrou índices de audiência 24% superiores. O último mês também foi positivo para a ESPN, canal que registrou sua maior audiência desde janeiro de 2012, e para a ESPN+, que registrou os mesmos números de agosto de 2016, período de transmissão dos Jogos Olímpicos Rio 2016.5

No digital os números seguem em ascensão, demonstrando que os fãs de esportes acompanham o conteúdo da ESPN nas mais variadas plataformas. O WatchESPN dobrou o número de acessos em relação a Jan/2016, em uma média de 43 minutos diários por pessoa no acesso à plataforma de streaming e vídeos sob demanda via aplicativo ou site. O portal ESPN.com.br registrou crescimento de 20% em relação ao último ano. 6

“Os resultados são fruto de um constante processo de inovação e desenvolvimento da ESPN. O fã do esporte valoriza o nosso conteúdo e a forma como transmitimos a analisamos o esporte nas mais variadas modalidades. Após encerrar 2016 com grandes resultados, iniciamos o ano com crescimento multiplataforma, demonstrando que os fãs acompanham a ESPN onde quer que estejam”, destaca João Palomino, vice-presidente de Jornalismo e Produção da ESPN.

A transmissão de alguns dos maiores eventos do calendário esportivo mundial em fevereiro projeta mais um mês de grandes resultados. No próximo domingo a ESPN exibe com exclusividade na TV por assinatura o Super Bowl LI, em Houston. O mês ainda terá a transmissão do All Star Weekend da NBA (com o Oscar “Mão Santa” em quadra), partidas da Premier League (com Gabriel Jesus no Manchester City), final da Copa da Liga Inglesa (Manchester United x Southampton, dia 26/02), La Liga (Atlético de Madrid x Barcelona, dia 26/02), Bundesliga e UEFA Europa League, além das atrações diárias do jornalismo da ESPN Brasil

 

Sobre a ESPN

 A ESPN chegou ao país em 1989 e foi o primeiro canal de esportes da TV paga brasileira. Em 1995 a empresa criou o canal ESPN Brasil. Em abril de 2009, lançou o ESPN HD, em alta definição, que a partir de julho de 2012 passou a se chamar ESPN+, com uma programação diferenciada. As atividades da ESPN Internacional incluem televisão, rádio, impresso, internet, banda larga, internet sem fio, produtos de consumo, e gestão de eventos.

A empresa mantem escritórios e/ou instalações de produção em locais-chave de todo o mundo incluindo Bangalore, Bristol (EUA), Buenos Aires, Cidade do México, Hong Kong, Londres, Miami, Melbourne, Mumbai, New York, Rio de Janeiro, São Paulo, Sidney e Toronto.  Desde 1983, ESPN (originalmente fundada em Bristol, Connecticut, em 1979) tem crescido ao redor do mundo, se estabelecendo como a marca líder mundial em esportes. A filosofia da empresa de crescimento global é a de sempre servir aos fãs do esporte e ser relevante localmente, com conteúdo e produtos que preencham sua grande paixão e dedicação.

 

FONTES DE AUDIÊNCIA:

¹ Kantar IBOPE Media Brasil 15 mkts. Live. Comparação de Rat% agregada dos canais ESPN. Jan 2016 vs Jan 2017. H18-49 payTV. 7h às 1h.

² Kantar IBOPE Media Brasil 15 mkts. Live. Cov# agregado dos canais ESPN. Jan 2017. Indivíduos com payTV.

³ Kantar IBOPE Media Brasil 15 mkts. Live. RSH% do canal ESPN Brasil. Jan 2017. H18-49 payTV.

4 Kantar IBOPE Media Brasil 9 e 15 mkts. Live. Comparação de Rat% jogo a jogo AUS Open de 2010 a 2017. H18-49 payTV.

5 Kantar IBOPE Media Brasil 9 e 15 mkts. Live. Comparação de Rat% dos canais ESPN e ESPN+. H18-49 payTV. 7h às 1h.

6 Adobe Omniture.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar