ESPN e CBJ fecham acordo para a transmissão do judô em 2018

ESPN BrasilTV Programming

ESPN e CBJ fecham acordo para a transmissão do judô em 2018

A ESPN assinou contrato com a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para exibir em 2018 pelo menos dez eventos oficiais da modalidade em sua grade de programação. Os direitos garantem à ESPN a exibição em suas múltiplas plataformas de algumas das principais competições envolvendo os judocas brasileiros na preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

O calendário de eventos terá início no dia 31 de março, nas lutas entre Brasil e Japão. Além de etapas regionais por capitais brasileiras como São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte, também haverá a transmissão do Trofeu Brasil e Grand Prix Nacional de Judô, em setembro, o Internacional de Clubes, em novembro, e as seletivas para os Jogos Olímpicos Toquio-2020, em dezembro de 2018.

“Esse acordo nos permitirá ampliar a oferta de conteúdo para o fã do esporte. Modalidade olímpica mais vitoriosa do esporte brasileiro, o judô ganhará atenção especial não apenas nos eventos, mas em toda a nossa cobertura”, afirma Carlos Maluf, diretor de Aquisições, Programação e Novos Negócios da ESPN. Ao longo do ano, os eventos que acontecerem no Brasil terão a transmissão da ESPN, ampliando a exposição do judô na programação da emissora e também nas plataformas digitais.

“Ter a parceria de uma empresa como a ESPN na transmissão dos principais eventos do judô no Brasil é motivo de muito orgulho e grande expectativa para nós. Vamos dar ainda mais visibilidade a nossos atletas e difundir o judô pelo País”, celebra Silvio Acácio Borges, presidente da Confederação Brasileira de Judô.

O judô brasileiro conquistou 22 medalhas em edições de Jogos Olímpicos, sendo 4 ouros, 3 pratas e 15 bronzes. A modalidade também possui dezenas de conquistas em Mundiais e jogos Pan-Americanos. Nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Rafaela Silva conquistou o ouro na categoria até 57kg. Mayra Aguiar e Rafael Silva ficaram com o Bronze nas categorias -78kg e +100kg, respectivamente.

Sobre a ESPN 

A ESPN chegou ao país em 1989 e foi o primeiro canal de esportes da TV paga brasileira. Em 1995 a empresa criou o canal ESPN Brasil. Em abril de 2009, lançou o ESPN HD, em alta definição, que a partir de julho de 2012 passou a se chamar ESPN+, com uma programação diferenciada. As atividades da ESPN Internacional incluem televisão, rádio, impresso, internet, banda larga, internet sem fio, produtos de consumo, e gestão de eventos.

A empresa mantém escritórios e/ou instalações de produção em locais-chave de todo o mundo incluindo Bangalore, Bristol (EUA), Buenos Aires, Cidade do México, Hong Kong, Londres, Miami, Melbourne, Mumbai, New York, Rio de Janeiro, São Paulo, Sidney e Toronto.  Desde 1983, ESPN (originalmente fundada em Bristol, Connecticut, em 1979) tem crescido ao redor do mundo, se estabelecendo como a marca líder mundial em esportes. A filosofia da empresa de crescimento global é a de sempre servir aos fãs do esporte e ser relevante localmente, com conteúdo e produtos que preencham sua grande paixão e dedicação.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar